Visualização de produtos em 360 graus inova vendas no e-commerce

/COMUNICAE/

/COMUNICAE/

É inegável que hoje novas tecnologias avançadas de mapeamento tridimensional virtual e interativo têm sido amplamente aplicadas por diversos setores da indústria, da engenharia, da medicina, do setor imobiliário, além dos jogos e entretenimentos. Com o mercado do consumo não poderia ser diferente. Da mesma forma como isso vem revolucionando a produtividade global e as relações humanas com soluções inovadoras, a visualização em 360 graus também promete influenciar diretamente nosso hábito de compra.

O fato é que com novas possibilidades, a produção de conteúdo 3D também está se popularizando. E em um mercado cada vez mais competitivo, empresas de lojas virtuais antenadas estão percebendo essa oportunidade, já que seu cliente está cada dia mais exigente, preferindo soluções comerciais mais atrativas, criativas e cômodas. Em uma pesquisa recente da Accenture sobre fidelidade do cliente digital com as marcas e empresas, foram medidas as experiências e atitudes de 25.426 consumidores em todo o mundo, incluindo 1.322 no Brasil. Segundo o relatório, 60% dos entrevistados são fiéis à organizações que lhes apresentam novas experiências, produtos ou serviços. Já 54% são fiéis à marcas que os envolvem em experiências multissensoriais, usando novas tecnologias como a realidade virtual ou realidade aumentada. Ou seja, um recurso interativo inovador pode auxiliar consideravelmente na concretização de uma compra online.

Até então, a implementação de fotos still em um site de e-commerce consiste em fotografá-los por um ou mais ângulos, tratar as imagens, e inseri-las em um campo de meta dados. A primeira parte desse procedimento normalmente é feita por um fotógrafo ou estúdio profissional contratado diretamente ou através de uma agência, porém, é comum na tentativa de reduzir custos, empresários utilizarem equipamentos alternativos como celulares para a captura da imagem.

Sim, as melhorias de recursos dos novos celulares são atraentes, mas sempre deixam a desejar quando se fala em um produto apresentado de forma profissional. A fotografia é um investimento que deve estar previsto ao valor do negócio, pois a imagem do produto exposto pode refletir o nível de qualidade da empresa que o vende. Segundo Luis Henrique Stockler, presidente da consultoria de varejo ba}Stockler, “as lojas precisam trabalhar a programação visual intensamente. Os ícones da marca, aqueles produtos que são objetos de desejo, precisam aparecer mais intensamente. Tem de ter um áudio e um visual bacana e tudo precisa estar sintonizado ao ‘bit’ da marca”.

Nesse quesito, as novas opções de apresentações interativas rotacionais vêm tornando-se mais atrativas, por manterem a qualidade profissional de um estúdio a um custo semelhante em larga escala. Segundo a startup paulista Seu Produto 360, que vem trabalhando essa inovação para os seus clientes, “a diferença é que elas promovem uma experiência significativa a mais, contribuindo de forma eficaz para impactar e gerar interesse. O objeto passa pelo mesmo processo de captação, porém utilizam-se recursos diferenciados e uma codificação específica, gerando um mapeamento mais global. Isso permite a demonstração de detalhes completos de todos os ângulos do produto e a integração funcional no site, sendo totalmente movimentável pelo usuário final. ”

Esse tipo de visualização em 360 graus tem como objetivo trazer um engajamento maior ao público, facilitando a inspeção mais abrangente do objeto, assim como ocorreria se ele estivesse em uma loja física. Pode-se acreditar que este é um investimento promissor, porque além de impressionar e fidelizar o cliente, tende a reduzir as trocas por insatisfação. Além disso, muitos clientes deixam de comprar pela internet por não conseguirem identificar numa foto simples do produto, se ele atenderia ou não as suas necessidades.

Atualmente, em muitos países fora do Brasil a manipulação virtual de produtos em lojas de e-commerce já é uma realidade. Grandes plataformas como o E-bay, por exemplo, já permitem a incorporação de material interativo em seus anúncios, fornecendo a opção de visualização de alguns itens em 360 graus. No Brasil, a Netshoes vem renovando no seu mostruário virtual de calçados permitindo que o visitante veja o produto por quase todos os ângulos, rotacionando ele em giros horizontais de 360 graus e 180 graus verticalmente. Recentemente, a Seu Produto 360 realizou o mapeamento de um equipamento inovador para a empresa Potente, fabricante e importadora referência de equipamentos para manutenção do setor automotivo. Essa apresentação pôde ser prestigiada por seus clientes na Feira Automec desse ano e teve excelente aprovação, pela funcionalidade e riqueza de detalhes mostrada ao público.

Segundo Robert Wollan, diretor executivo sênior e líder global de Estratégia Avançada de Consumidor da Accenture Strategy, em nota para matéria do canal BRweek, principal evento sobre o comercio digital: “Novas linguagens de fidelidade surgiram, impulsionadas pelo fato de as marcas estarem testando experiências digitais criativas, que mudaram a dinâmica da fidelidade do cliente hoje”. O recado é que em um mercado cada vez mais competitivo, é essencial criar novas estratégias.

Diante de tantos aliados tecnológicos, entender como o usuário interage na plataforma digital e como ele pensa, suprir suas necessidades e, principalmente, suas expectativas do produto, sem dúvida, contribui para a aproximação da empresa junto ao cliente e abre novas oportunidades de marketing. Ajudá-lo no sucesso de suas escolhas, quando a experiência marcante proporcionada em toda sua plenitude é fator essencial, é o que deve estabelecer o diferencial de uma empresa empática, confiante e transparente na troca comercial.

Para mais informações acesse: www.seuproduto360.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *